Falar com um advogado
top of page
  • Foto do escritorTiago Neri de Souza

Minha carteira de trabalho não foi assinada! E agora?

Se você trabalhou por anos sem carteira assinada, mas acredita que tem direitos trabalhistas a receber, há algumas etapas que você pode seguir para tentar calcular e reivindicar esses direitos:


1. Identifique seus direitos trabalhistas: como você não teve carteira assinada, pode ser difícil identificar exatamente quais são seus direitos trabalhistas. No entanto, alguns dos direitos mais comuns incluem salário mínimo, férias, 13º salário, FGTS, horas extras e seguro-desemprego.

2. Reúna documentos: mesmo que você não tenha carteira assinada, é importante reunir todos os documentos que possam comprovar seu tempo de trabalho e o pagamento de salários, como contratos de trabalho, recibos de pagamento, e-mails e mensagens de texto.

3. Calcule seus direitos trabalhistas: com base nos documentos que você reuniu e nos seus direitos trabalhistas identificados, você pode tentar calcular os valores a que tem direito. Para isso, você pode usar calculadoras de direitos trabalhistas disponíveis na internet ou consultar um advogado especializado em direito trabalhista.

4. Procure um advogado: se você acredita que tem direitos trabalhistas a receber, é importante procurar um advogado especializado em direito trabalhista para orientá-lo e representá-lo em uma eventual ação trabalhista. O advogado poderá analisar sua situação específica, identificar seus direitos trabalhistas e ajudá-lo a calcular os valores a que tem direito.

5. Entre com uma ação trabalhista se necessário: se você e seu advogado concluírem que você tem direitos trabalhistas a receber, é possível entrar com uma ação trabalhista para reivindicar esses direitos. Nesse caso, será necessário apresentar provas dos seus direitos e valores a receber. O processo pode ser longo e complexo, mas um advogado especializado poderá ajudar você em todas as etapas.


Gostou dessas informações? Então curta, comente e compartilhe com alguém!



Tiago Neri de Souza, advogado especialista em direito do trabalho


Comments


bottom of page